© Certaja.

17/10/2022

Artigo publicado no exterior é fruto de pesquisa realizada na CERTAJA Energia

O artigo “Coop innovation framework: An artifact for innovation in Brazilian cooperatives”*, fruto de uma pesquisa realizada na C

O artigo “Coop innovation framework: An artifact for innovation in Brazilian cooperatives”*, fruto de uma pesquisa realizada na CERTAJA Energia, foi publicado, recentemente, no Journal of Co-operative Organization and Management, uma das maiores e mais bem conceituadas publicações sobre cooperativismo do mundo.

 

Tudo teve início no primeiro semestre de 2018, quando os doutorandos em Administração de Empresas pela Unisinos, Deivid Ilecki Forgiarini e Alexandre Garcia, elegeram a CERTAJA Energia para aplicar sua tese de “Posturas Inovadoras em Cooperativas”. O trabalho envolveu os gestores e conselheiros em dinâmicas de grupo e reuniões mensais que discutiam, amplamente, o tema inovação.

 

 


Pesquisadores na CERTAJA Energia em 2018

 

 

“Desde o início a proposta sempre foi fazer pesquisa aplicada de forma a gerar soluções para a gestão de inovação em cooperativas, sem perder de vista a academia. Este pensamento servia para permitir que outros pesquisadores e consultores de gestão de cooperativas pudessem iniciar as suas atividades a partir daquilo que nós já desempenhamos”, explica Deivid.

 

 


O pesquisador, que é taquariense, celebra o fato de o artigo ser o terceiro já publicado a partir das pesquisas e atividades produzidas na CERTAJA Energia. “Os outros dois foram uma publicação em revista nacional e uma apresentação no principal encontro de pós-graduação em Administração, o ENANPAD”, conta.

 

 

O artigo publicado no Journal é assinado pelos pesquisadores Deivid Ilecki Forgiarini, Alexandre Garcia, Cinara Neumann Alves e Paulo Cassanego.

 

 

_______
* Estrutura da inovação cooperativa: um artefato para inovação em cooperativas brasileiras. O artigo pode ser acessado aqui.


ENTREVISTA

 

 

Deivid Ilecki Forgiarini é doutor em Administração de Empresas, consultor, professor e pesquisador em Identidade Cooperativista, Gestão da Inovação em Cooperativas e Sustentabilidade em Cooperativas. Possui uma empresa de consultoria e formação e atua como coordenador de Graduação da ESCOOP – Faculdade de Tecnologia do Cooperativismo, instituição mantida pelo SESCOOP/RS – Serviço Nacional de Aprendizagem do Cooperativismo. Confira a entrevista:


 

 

CERTAJA Energia - Como surgiu a ideia de enviar o artigo para a revista?
Deivid Ilecki Forgiarini - Desde o início nós acreditamos muito nas atividades e pesquisas realizadas junto a CERTAJA e que poderíamos produzir materiais de excelência. [...] Por entender que tínhamos um bom trabalho em mãos, decidimos submeter a nossa pesquisa para a análise de outros pesquisadores do mundo e, mesmo que estivéssemos entusiasmados com a pesquisa, ainda assim fomos surpreendidos pelo aceite, uma vez que o Brasil ainda é periférico na produção acadêmica de gestão de cooperativas no mundo.

 

 

CERTAJA Energia - E como foi quando você recebeu a notícia?
Forgiarini - Nós recebemos a primeira indicação positiva ainda em junho e já ficamos muito animados! Porém, o Journal solicitou uma série de adequações - algo normal na área - para que nosso artigo se adequasse ao modelo da revista. Por isso, tivemos que trabalhar intensivamente de junho a setembro para adequar tudo o que foi pedido. Depois da entrega, logo em seguida veio a notícia de que o artigo seria publicado ainda este ano. Foi uma alegria sem tamanho!

 

 

CERTAJA Energia - Quanto tempo foi investido na produção?
Forgiarini - Foram quatro anos envolvidos nesta produção e, por isso, temos que agradecer à forte parceria de ganho recíproco, agradecer a CERTAJA Energia, ao nosso presidente Renato, ao Michael, ao Ederson. São tantas pessoas, que este é um momento que a gente olha para trás, vê tudo o que foi feito e percebe que valeu a pena! É muito difícil para um pesquisador brasileiro conseguir publicar na área de gestão de cooperativas, sobretudo em um jornal desta envergadura! Colocar o Brasil lá foi uma alegria para nós!

 

 

CERTAJA Energia - Qual o impacto desse trabalho publicado - para as cooperativas e no que diz respeito à possibilidade de novos estudos como o seu serem feitos, ganharem espaço e visibilidade?
Forgiarini - Já há doutorandos nos procurando para que suas teses tenham relação com a nossa pesquisa. O grande diferencial da nossa pesquisa é considerar a identidade cooperativista, ou seja, o fato de sermos cooperativa como algo positivo para a inovação em cooperativas. Neste sentido, acreditamos que a cultura para a cooperação, em um ambiente de respeito mútuo, pode ser a base para o desenvolvimento de um comportamento, de uma postura inovadora. Em outras palavras, nossa pesquisa apontou que, quando conhecemos os valores e princípios do cooperativismo e os aplicamos no dia a dia, podemos gerar (para além de impactos sociais relevantes às nossas comunidades) inovações que, em um ciclo virtuoso, podem trazer ainda mais impactos sociais e econômicos que podem desenvolver a nossa região e o país. [...] É relevante apontar que o método é totalmente voltado para a prática, de forma que, com o apoio de apenas uma aplicação, a cooperativa pode seguir trabalhando de forma independente. Ou seja, é possível fazer a total transferência de tecnologia.

 

Suporte Certaja