© Certaja.

08/11/2019

CERTAJA completa 50 anos e consolida distribuição de energia elétrica

Cooperativa celebra conquistas com assembleia festiva para 260 convidados. “Nossa história está só começando”, garante o preside

Cooperativa celebra conquistas com assembleia festiva para 260 convidados. “Nossa história está só começando”, garante o presidente Renato Martins



Chegar aos 50 anos com toda vitalidade, sonhos a realizar e um enorme futuro pela frente. Esse é o sonho que move as pessoas e é uma realidade para a CERTAJA. Fundada em 17 de outubro de 1969, a Cooperativa sediada em Taquari tem bons motivos para comemorar: mais de 24 mil associados ativos, 4 mil quilômetros de rede e um ativo regulatório estimado em R$130 milhões, bem como planos de expansão que incluem a construção de uma subestação de 69 kW em Vale Verde, obra estimada em R$22 milhões, a fim de melhorar ainda mais a qualidade da energia elétrica distribuída. Com essa trajetória consolidada, levando desenvolvimento às comunidades de 19 municípios que atende, a CERTAJA se tornou símbolo de seriedade e comprometimento com seus associados, reconhecida em 2016 com o Prêmio IASC da Agência Nacional de Energia Elétrica - Aneel como a melhor permissionária brasileira de distribuição de energia elétrica na categoria “maior crescimento no índice de satisfação do consumidor”.


A celebração começou com um show acústico do cantor taquariense Gil de Souza, hoje radicado em Santa Catarina. Um repertório variado, indo de Almir Sater a Baitaca e Fabio Júnior alegrou os 260 convidados do almoço. O cerimonial iniciou com a composição da mesa de autoridades, com o presidente da CERTAJA Energia, Renato Martins, seu vice Gilberto Coutinho, o secretário do conselho de administração e prefeito de Vale Verde, Gustavo Schuh, o presidente da CERTAJA Desenvolvimento Pedro Maia e o presidente da Organização das Cooperativas do Estado do Rio Grande do Sul - OCERGS, Vergílio Perius. Outros integrantes da mesa foram o vice-prefeito de Taquari, André Britto, o presidente da Cermissões e representante da presidência da Fecoergs, Diamantino Marques dos Santos, e o vice-presidente do Sicredi Ouro Branco, Silvo Landmeyer. Os conselhos fiscal e administrativo foram nomeados e homenageados, e na sequência os hinos nacional e rio-grandense foram entoados.


HOMENAGENS - A exibição do novo vídeo institucional da CERTAJA, estrelado pelo humorista taquariense Paulinho Mixaria, contou os anos de luta e empreendedorismo para levar luz àqueles rincões que não eram atendidos pelas grandes concessionárias. Homenagens especiais foram dedicadas a diversas pessoas que ajudaram a escrever as cinco décadas de trabalho árduo e honrado. Assim, houve menções celebrativas e entrega de placas ao primeiro presidente Alcides Antunes da Cunha Neto, na pessoa de sua esposa Dona Rosamaria Praia Antunes da Cunha, que não pôde comparecer por motivos de força maior, e ao segundo presidente Adão Rodrigues Martins, representado por seu neto Flávio Martins. Marla Cecília Quadros da Rocha, neta do terceiro presidente Nero Pereira de Freitas, recebeu a placa em nome de seu avô. Os filhos Clóvis e Magda, do presidente Frederico Damião Arnt Bavaresco, fizeram-se presentes e receberam a placa em homenagem ao seu pai. Hilário Rollof, o único associado hoje remanescente do grupo de 30 pessoas que participaram da assembleia de fundação, tomou em mãos a homenagem que a CERTAJA lhe dedicou. Por motivos de saúde Júlio Fornari não se fez presente, mas foi lembrado e festejado por sua colaboração como conselheiro administrativo até 2016. Gilberto Coutinho Cunha, que em 1983 integrou os conselhos fiscal e administrativo, desde 2008 assumiu o desafio da vice-presidência, pelo que foi amplamente aplaudido. Representando a Fecoergs, Diamantino Marques dos Santos ouviu palavras de gratidão à José Zordan, superintendente da Fecoergs, pelos relevantes serviços ao Sistema de Infraestrutura do Rio Grande do Sul.


A última homenagem foi dedicada a Renato Martins, vinculado a Cooperativa desde janeiro de 1973 e que em 2008, com o falecimento de Bavaresco, assumiu o cargo máximo na Cooperativa, conduzindo-a por desafios como a cisão dos negócios de energia e desenvolvimento, bem como a assinatura do contrato de permissão de distribuição de energia elétrica. Emocionado e em companhia de sua esposa Maria da Graça, Renato recebeu a placa sem conter as lágrimas. Seu discurso celebrou a vitalidade do empreendimento cooperativista, com o apoio dos colaboradores, associados, conselheiros e órgãos de classe que viabilizam as atividades cotidianas. Ele recordou os desafios imensos que se apresentaram no início da Cooperativa, do espírito de garra das equipes que iam a campo com uma estrutura de trabalho difícil, bem como da coragem dos associados ao aderirem à ideia cooperativista em um período no qual o sistema não tinha a mesma credibilidade que hoje possui. E assegurou, em um misto de alegria e prenúncio de um futuro luminoso: “Nossa história está só começando”.


FAÇANHAS CERTAJANAS - Vergílio Perius discursou em nome da Ocergs e não escondeu sua admiração pela trajetória luminosa da CERTAJA, repleta de coragem e realizações que construíram uma reputação impecável dentro e fora do Rio Grande do Sul. “Aqueles 30 associados não podiam imaginar que a sua cooperativa se tornaria um referencial como este”. E acrescentou: “Sirvam as façanhas da CERTAJA de modelo a toda Terra”. O jornal dos associados, o Certajano, e o Projeto Sementes do Cooperativismo são duas dessas grandes façanhas certajanas dignas de orgulho.


O vice-prefeito André Brito afirmou sua honra em representar a administração municipal taquariense, frisando o espírito visionário dos 30 pioneiros que “inauguraram” o empreendimento. O prefeito de Vale Verde, Gustavo Schuh, comentou a decisão de incluir a disciplina de cooperativismo nos currículos das escolas municipais, inspirados pelas ideias certajanas, o que aponta como fundamental na construção de uma sociedade mais cidadã e unida. Fez efusivos agradecimentos pelo empenho da CERTAJA no desenvolvimento de suas comunidades. Fez uso da palavra também o Sr. Silvo Landmeyer, vice-presidente do Sicredi Ouro Branco, destacando a importância da Certaja e do cooperativismo para a região. Os religiosos Frei Gastão, representando a comunidade católica e o pastor Marcos Roberto Makewitz deram a benção final ao evento.


Um almoço especial com música e confraternização encerram a programação.


Suporte Certaja