© Certaja.

31/10/2019

CERTAJA participa de missão cooperativista no Vale do Silício e Texas

Renato Martins e Ederson Madruga buscaram qualificação e excelência em tecnologia e inovação Entre os dias 21 e 25 de outubro, 24

Renato Martins e Ederson Madruga buscaram qualificação e excelência em tecnologia e inovação

Entre os dias 21 e 25 de outubro, 24 cooperativistas, integrantes de cooperativas do ramo Infraestrutura e do Sistema Fecoergs, Sistema Ocergs-Sescoop/RS, OCB e Escoop participaram da Missão ao Vale do Silício, na  Califórnia e no Texas, nos Estados Unidos, onde tiveram acesso ao mundo da inovação e tecnologia, com o objetivo de buscar subsídios para estimular o processo de inovação nas sociedades cooperativas do Rio Grande do Sul.


Participaram da missão o presidente da Certel e vice-presidente da Fecoergs, Erineo José Hennemann, o presidente da Fecoergs e da Ceriluz, Iloir de Pauli, o presidente da Coprel e da Confederação Nacional de Infraestrutura (Infracoop), Jânio Vital Stefanello, o superintendente da Fecoergs, José Zordan, o coordenador da graduação e professor Carlos Alberto Oliveira, a analista técnica do Sescoop/RS, Valeska Takahashi Ilha e o analista da OCB, Marco Olívio Morato de Oliveira. A CERTAJA enviou como representantes o presidente Renato Martins e o engenheiro eletricista Ederson Madruga.


A missão ao Vale do Silício insere a Escoop nos modelos de qualificação e excelência em tecnologia e inovação para cooperativas. Desde o início deste ano, a Escoop passou a oferecer soluções customizadas, unindo formação cooperativista e educação corporativa para associados, gestores e lideranças de ramos específicos. Assim, estão estruturadas na Faculdade a Escoop Saúde, a Escoop Agro, Escoop Infra e a Escoop Cred. Dentre os locais que foram visitados pela comitiva gaúcha estão a StartSe University, HP Garage, b8TA Store, Amazon Go, Bandera Electric Cooperative (BEC) e LCRA.


Para Renato Martins, entre os principais ensinamentos trazidos dos EUA se destacam o desafio de preparar a equipe para acompanhar as mudanças e na velocidade que elas estão acontecendo. Neste sentido a Certaja, há aproximadamente um ano, criou um comitê para trabalhar e implantar internamente a cultura da inovação. E essa viagem nos deixou claro que, quem não estiver preparado para acompanhar toda essa evolução, corre sérios riscos de ficar fora do mercado. O consumidor do futuro assim vai exigir.


Na opinião de Ederson Madruga, muitas ideias inspiradoras sugiram nesses dias em terras norte-americanas: Tivemos a oportunidade de ver as tendências tecnológicas, mas principalmente a busca por soluções inovadoras para melhorar a vida das pessoas. Os desenvolvimentos feito pelas startups, buscam melhorar a mobilidade, o desempenho e a eficiência de diversos processos. As cooperativas norte-americanas, trabalham fornecendo diversos serviços aos seus cooperados, beneficiados pela regulamentação flexível dos Estados Unidos, em que os serviços de distribuição de energia são muito pouco regulados, permitindo que a Cooperativa atue em diversos ramos. Foi uma ótima experiência para nortear nossos planos de futuro.


Suporte Certaja