© Certaja.

29/09/2017

CERTAJA promove Workshop Telemetria

Caso de sucesso em telemetria da CERTAJA ENERGIA alavancou o encontro, quando dezenove pequenas distribuidoras discutiram soluçõ

Caso de sucesso em telemetria da CERTAJA ENERGIA alavancou o encontro, quando dezenove pequenas distribuidoras discutiram soluções viáveis apresentadas pelas empresas fornecedoras de software e hardware.


No dia 28/09 a CERTAJA Energia, por iniciativa do gerente comercial Enoque Dutra Garcia, promoveu o WORKSHOP TELEMETRIA, realizado no Auditório Frederico Bavaresco.  Contou com 63 pessoas participantes de 19 cooperativas e pequenas concessionárias.


O objetivo do evento foi o alinhamento do conhecimento sobre telemetria entre as pequenas distribuidoras através da interação dos profissionais da área de faturamento, medição e TI com os desenvolvedores de soluções em software e hardware aplicáveis ao perfil de mercado das cooperativas.


O presidente Renato Martins, em seu pronunciamento, enfatizou a importância da intercooperação para encontrar soluções que otimizem processos com redução de custos, proporcionando uma energia confiável com o menor custo possível para o cooperado.


A CERTAJA apresentou a topologia de telemetria implantada na empresa e os resultados obtidos. Ressaltou que os casos de irregularidades identificados nos sistemas de medição pagaram o investimento realizado em aproximadamente quatro meses, sendo que a estimativa inicial era de um payback de 50 meses, considerando o custo de leitura.


Um ponto alto do evento foi a questão referente a Tarifa Branca (na qual os custos de energia passarão a ter valores diferenciados conforme o horário de uso). Os participantes apresentaram as alternativas que estão em desenvolvimento para serem implantadas a partir de janeiro, quando o usuário poderá optar por esta modalidade tarifária.


Para a implantação da Tarifa Branca serão utilizados medidores com funcionalidade avançadas, comumente chamados de smart meter, que são reconhecidos como um elemento fundamental para a implantação das redes elétricas inteligentes - smart grid.


Estes conceitos abrangem a integração das redes elétricas convencionais com a TIC – Tecnologia da Informação e Comunicação – abrangendo, inclusive, a tão falada internet das coisas (IoT), onde uma rede de objetos físicos, veículos, prédios e outros possuem tecnologia embarcada, sensores e conexão com rede capaz de coletar e transmitir dados.


As empresas que apresentaram as soluções desenvolvidas e em desenvolvimento foram a CERTAJA Energia, CAS Tecnologia, USEALL, Landis Gyr e Sul Engenharia.


A CAS Tecnologia, com sede em São Paulo, atende 20 distribuidoras nacionais. Segundo Pablo Santana, arquiteto de soluções, e Fabio Ferro, gerente de contas, a empresa participou do evento com o objetivo de apresentar o case da CERTAJA, que adquiriu o sistema Hemera e reduziu significativamente os custos na coleta de dados. “Queremos mostrar o produto que está dando resultados positivos, que ele está acessível para as pequenas empresas também, além de poder compartilhar o conhecimento e, quem sabe, criar uma rede de intercooperação, visando a redução de custos para as cooperativas”, complementou Santana.


Jair Mezzari, diretor de produtos da USEALL, empresa que fornece o Sistema de Gestão Integrado utilizado pela CERTAJA há aproximadamente 11 anos, falou que a empresa tem como objetivo sempre estar perto das mudanças que as cooperativas estão realizando para poder oferecer soluções adequadas e personalizadas, voltadas para a estratégia dos clientes. A grande maioria das cooperativas filiadas à FECOERGS trabalha com o software da USEALL.


A Landis Gyr, de Curitiba, e sua distribuidora no RS, a BRUVER, participaram com o objetivo de apresentar o novo medidor para a Tarifa Branca e conhecer as soluções que os demais fornecedores estão oferecendo. Cibele Castro, gerente de produto, apresentou as possibilidades de soluções.


O evento foi encerrado com uma mesa redonda, onde representantes da CERTAJA, USEALL, CAS, LANDIS GYR E SUL ENGENHARIA responderam as dúvidas dos participantes. Ederson Madruga, gerente de distribuição da CERTAJA foi o mediador.


As distribuidoras de energia participantes foram Coopersul, Coopernorte, Creral, Cooperluz, Creluz, Eletrocar, Coprel, Nova Palma Energia, Ceriluz, Cerci, Demei, Mux Energia, Celetro, Cermissões, Certel, Cerfox e Hidropan.


“ O evento foi um sucesso, uma vez que promoveu a intercooperação e a troca de ideias, questionamentos a apresentação de soluções, tanto na teoria quanto na prática”, avaliou Enoque.


Suporte Certaja