© Certaja.

01/06/2017

CERTAJA realiza reunião com Sindicatos Rurais

Reunião com sindicatos rurais reafirma parceria com CERTAJA Encontro aproximou ainda mais a Cooperativa das comunidades onde est

Reunião com sindicatos rurais reafirma parceria com CERTAJA


Encontro aproximou ainda mais a Cooperativa das comunidades onde está inserida


Em 30 de maio, a CERTAJA Energia promoveu o 1º Encontro com os Sindicatos dos Empregadores e Trabalhadores Rurais dos 19 municípios onde atua. Na oportunidade, a direção apresentou informações de interesse dos sindicatos e cooperados, promovendo uma integração entre Cooperativa e Sindicatos visando o desenvolvimento das comunidades. O estreitamento dos laços poderá estabelecer parcerias saudáveis e propulsoras de melhor qualidade de vida para todos, haja visto que o associado de um, via de regra é associado do outro. Após a reunião foi servido um almoço para cerca de 30 pessoas.


A atividade foi aberta pelo presidente da CERTAJA Energia, Renato Martins, apresentando um vídeo institucional, discutindo integração e as parcerias já existentes. O gerente de distribuição, Ederson Madruga, apresentou um histórico da Cooperativa, mostrando inclusive os postos de atendimento atuantes, falou sobre a estrutura da CERTAJA e questões referentes ao suprimento de energia elétrica. O gerente financeiro, Marcus França, abordou os aspectos econômico-financeiros da cooperativa dando ênfase ao montante de receita e despesas, sobras e o volume médio de recursos que estão sendo investidos todos os anos, além de detalhar a revisão tarifária de 2017 que entra em vigor a partir de 30 de maio do corrente ano.


O gerente comercial Enoque Garcia trouxe dados sobre a estrutura de atendimento, relacionamento com cooperado, incluindo os canais disponíveis, a nova realidade das cooperativas e os pontos positivos e negativos desse novo regramento que as mesmas estão tendo que cumprir. Entre os aspectos positivos destacou a isonomia, a maior fiscalização e exigência de indicadores de qualidade. Quanto aos aspectos negativos mencionou as limitações de doações e a tarifa regulada pela ANEEL. Enoque discutiu, ainda, os subsídios ao produtor rural e a importância do talão de produtor. Renato Martins encerrou o encontro reforçando os objetivos comuns e parcerias e a necessidade de as entidades fortalecerem esse trabalho integrado, tendo em vista a unicidade do quadro social.


 

Suporte Certaja