© Certaja.

09/06/2022

Para potencializar a produção: CERTAJA Energia apresenta curso de Processamento de Hortaliças

Realizado entre os dias 1° e 3 de junho, em Tabaí, iniciativa buscou apresentar mais alternativas de negócios para as produtoras



Realizado entre os dias 1° e 3 de junho, em Tabaí, iniciativa buscou apresentar mais alternativas de negócios para as produtoras rurais

Na esteira da missão de melhorar a qualidade de vida do seu cooperado, a CERTAJA Energia, em parceria com o Sindicato Rural de Tabaí e o SENAR-RS, apresentou entre os dias 1° e 3 de junho, o curso Processamento de Hortaliças. A iniciativa foi realizada na localidade de Tabaí, na residência da cooperada Marli Becker, e contou com a participação de dez pessoas.


Segundo Marcia Rita, instrutora do SENAR, o objetivo do projeto visava agregar mais alternativas de negócios para as produtoras rurais. Tanto é que foi trabalhado um grande grupo de hortaliças, inclusive algumas que não são da época. “Fizemos questão de enfatizar esse aspecto para que quando chegasse a estação adequada, todas estivessem prontas para trabalhar com esses produtos por um período maior e evitar o desperdício”, explica.


O curso teve carga horária de 24h e apresentou diversas práticas, como a utilização de embalagens e toda parte do processamento, do branqueamento - técnica de congelar legumes e vegetais ideal para correria do dia a dia - a pasteurização - processo clássico de tratamento térmico para conservação de alimentos.


De acordo com Marcia, foram feitos diversos tipos de conserva, como cebola, beterraba e pepino. Além disso, as participantes conheceram o processo adequado para a construção das conservas de picles, com cenoura, couve flor, rabanete e brócolis. Outros itens bem aproveitados foram o tomate, muito utilizado para concentrados, e o alho transformado em pasta, que pode ser guardado por mais tempo.


“Um dos destaques do curso foi a caponata de berinjela, um prato típico da culinária da Sicília, que consiste em beringela salteada num refogado de tomate e cebola em azeite, temperado com alcaparras, vinagre e açúcar. Todas aproveitaram bem”, conta a instrutora.


Segundo Deise Moura, agricultora que participou da iniciativa, o curso foi excelente porque abriu caminhos para escoar a produção de pequenas propriedades. “Esses dias nos mostraram como aumentar a renda da família e nos faz aprender outros caminhos. Estou feliz e grata pela oportunidade de ter participado desse momento”, conclui.

Suporte Certaja